Ano novo é o dia do ano com mais uma recaída por álcool e drogas

23 de janeiro
Ano novo é o dia do ano com mais uma recaída por álcool e drogas 1

Após Natividade os especialistas participam os problemas mais graves. O 31 de dezembro é o dia do ano que mais recaídas registra por álcool e drogas.

Após as festas de Natal, são gerados os problemas mais graves em pessoas com transtornos do hábito viciante

"As festas de natal são uma duração onde as recaídas aumentam e, inclusive, foi visto que o dia 31 de dezembro é o lugar aonde mais recaídas são gerados".
"Não há um padrão específico, mas a elevação observacional, nas consultas de Gran Canárias, observou-se como se haviam disparado as recaídas após o dia 31.

É uma distinção apenas a cota observacional, mas os psicólogos que trabalham em vícios o observamos".

"Não existem estudos conclusivos, mas a experiência que temos todos e cada um dos profissionais que trabalhamos com comportamentos viciantes é que, em Natividade, no Hebdómada Santa, e no mês de agosto é o tempo que mais recidivas costumam gerar".

Observa o vice-presidente da Sociedade Científica De portugal de Estudos sobre o álcool, a embriaguez e outras toxicodependência, Josep Guarda Serecigni.

"E depois destas festas de Páscoa, agora sabemos que assiste os problemas mais graves nas pessoas que tomam álcool e drogas.

O mais grave da nosología médica, siquiátrica e viciante o veremos plenamente após final de ano e Reis".Guarda Serecigni, que é conselheiro sênior em psicoterapia da Unidade de Condutas Aditivas do Sanatório da Santa Cruz e São Paulo do Barna.

Excessos socialmente tolerados

"É uma duração, em que os excessos são tolerados socialmente, mas não apenas para as pessoas que têm vícios.

Qualquer mulher geralmente aquisição mais, gasta-se mais dinheiro comprando, costuma comer mais, joga mais, costuma tomar mais álcool, etc".

"Nestas festas se assemelhava que a compra de bebidas alcoólicas vai agregado inevitavelmente.

Provavelmente há uma predisposição para que cada vez haja um maior vínculo inclusive o ponto de que, por regra geral, as pessoas, atualmente, não pode conceber estas festas isento devorar álcool".

"Isso coloca as pessoas com problemas de vício em uma situação muito desfavorável. mesmos consideram que não podem fazer uma vida de poder simplesmente pelo fato de que não possam tomar álcool ou devam restringir seu consumo".

Muitos dos pacientes em tratamento por esta problemática poderia cortar o seu tratamento.

"Pessoas de nosso centro que estão em tratamento por drogas ou álcool nos indicam que se recusam a tomar o fármaco.

Eles vão cortar o seu tratamento, enquanto esses dias, porque não consideram a possibilidade de que essas festas não podem comer essas substâncias".

Alarme o vice-presidente da Sociedade Científica De portugal de Estudos sobre o álcool, a embriaguez e outras toxicodependência.

A 'Consulta Domiciliar sobre uso de Álcool e outras Drogas 2009-2010' hoje, tornou-se evidente que, ou por pouco a 15% dos espanhóis consome álcool em forma de 'compulsão' (cinco ou mais bebidas alcoólicas em um período curto de duração).

"Este padrão de consumo de acidente, que não era tão acostumado, está se impondo e se considera abertamente arriscado porque se você ingere várias bebidas alcoólicas em pouco tempo tem crescido acidente de sofrer acidentes pelo fato de que a ligação de seus movimentos está gravemente perturbada".

"Esta forma de tomar implica que se gerem maior número de acidentes de trânsito e condutas violentas, que devem ver com o atropelo interpessoal ou com os autolesiones e suicídios no momento em que o desgosto é um [...contra si mesmo. Em muitos destes actos violentos após está compra de álcool".

Prevenção

"Entre as coisas que eu faço é ir preparando os pacientes para estas datas". "Se há uma comparação de todos os perigos.

Se tem presente o grau de agrupamento. Quantos dias você libertino 31 e, quanto de você consumido? Se, por servir de exemplo de 20 dias que você libidinoso consumidos todos é que se tem bastante afiliado, nesse dia, consumir o que é confortável.

Mas vá com a torcida de não consumir, apareça um desejo de luxo, porque o tem em anexo".

"Além disso, é avaliada com quais pessoas você vai? Se existem pessoas que estará consumindo é conveniente que se produza a ânsia. Qual o site? Agora se você afiliado é mais confortável ter uma recaída.

Em suma, em que grau os fatores mais se vão somando mais hipóteses você vai ter que, em um instante dado, a situação se vá de mãos.

Se há uma tarefa de conscientização examinando cada caso especificamente e que, então, ou então decida se vale a pena ou não sair".

Este artigo foi revisado por: Ava Gina 🏆 (1)
23 de janeiro