A frescura cru aumenta a ventura de pneumonia

23 de janeiro

O Dr. Julio Ancochea, árbitro da Sociedade De espanha de Pneumologia e Cirurgia Torácica (SEPAR), adverte "que os casos de pneumonia estão a aumentar em Portugal, devido principalmente ao incremento da população matusalém e que um frio tão frio como o presente pode agigantar ainda mais esta predileção".

Conforme apontamentos tratados por SEPAR, em 2007 esta achaque provocou no prazo de 3 e 14 casos para cada 1.000 habitantes, um número que aumenta a sanefa de população de pessoas com mais de 65 anos, inclusive os 50 casos para cada 1.000 pessoas. Dentro de um 20% e 50% dos prejudicados pela pneumonia comparecem ao serviço de emergência do hospital e são internados.

Como derivação do núcleo de casos de pneumonia além disso, foi somado o extermínio associada a esta alteração, que se situa como a primeira causa de morte por corrupção, conforme apontamentos do Centro Nacional de Registro de 2005. Como um exemplo de que o prestígio comunitário de esta achaque, em 2005, um ano de grave incidência de catarro, aumentaram em 77% as mortes por pneumonia, o preço mais alto dos últimos 25 anos, com 9.853 mortes, de que 8.237 foram pessoas maiores de 75 anos.

Um frio de frio apaixonado como o presente, podem aumentar os casos de pneumonia. Como explica a Dra Série Menéndez-proença de carvalho, organizadora do Círculo de Doenças Infecciosas SEPAR, "micróbio e bactérias que causam a pneumonia tem sua maior incidência em frio no tempo do frio, mas é baixa e há menos horas de sol. Igualmente, no frio, enquanto estamos mais horas em ambientes fechados, com menor aeração e reposição de ar, o que contribui para agigantar a poluição no meio das pessoas e espalhar o contágio".

Os conjuntos de populações mais frágeis estão localizados nas idades extremas, ou seja, pequenos menores de 5 anos e idosos, tal como em pessoas com o sistema imunológico fraco, a raiz de transplantes ou HIV. Outros fatores de obstáculo indicados são o nicotismo, a corrupção ambiental, a alteração respiratória obstrutiva história (DPOC) e outras doenças respiratórias leves, que podem causar complicações.

A prevenção da pneumonia, com base no aumento dos fatores de acidente. Os conjuntos mais frágeis, os neumólogos aconselham a administração da vacina de grupo, porque resguarda contra o bacilo gripal que, também, por trás podem provocar uma pneumonia. Além disso, débito avivar o abandono do hábito do cigarro em fumantes. Os neumólogos de SEPAR fazem igualmente colocada em continuar os especialistas e evitar a automedicação com antibióticos, uma vez que o seu emprego só promove a resistência do organismo ao tratamento.

A altura prático, os especialistas aconselham contornar as mudanças bruscas de temperatura: manter uma temperatura constante em casa e se abrigar ao sair da via. Ignorar o aquecimento altíssima que seca o domínio e ainda as vias respiratórias e arejar bem a casa. O ideal é prender o domicílio tibia e se abrigar no desafio medida para deixar a criatura, use seus mecanismos reguladores para acomodar-se ao frio.

Este artigo foi revisado por: M. Gibral 🏆 (1)
23 de janeiro