Costas – Energia.é

A angústia de costas tem múltiplas causas, incluindo decadência das vértebras, corrupção, abcesso, sobrecarga do organismo. A causa precisa pode ser bem difícil de identificar, uma vez que pode ocorrer em tecidos moles, na semente, na roda adjacente ou nos brio maioria destas infra-estruturas.

Os fatores de desgraça para a aflição dorsal incluem as brega que exigem movimentos repetitivos, a exposição a convulsão causada por automóveis ou máquinas industriais, e mesmo para a compra de cigarros. Certos esportes, como a corrida país, o ski ou a condução de automóveis durante períodos prolongados de duração podem associar-se também com o calvário escapular.

Doenças como a artrose de apoio, espondilite e osteoporose podem também ser causa de aflição. Algumas destas doenças são mais prevalentes em idosos e, por conseguinte, as pessoas idosas têm maior acidente de angustiar-se angústia escapular.

Situações como a depressão, ansiedade, alcoholización ou a ruptura, foram anexo com aflição escapular. No entanto, não existem estudos que comprovem conclusivamente se estes inconvenientes são a causa ou o fruto da aflição.

Na maior parte dos casos, a dor de costas é causada por contratura muscular, contusão ou alteração de apoio. Sobre, um em cada dez casos, tem sua origem em uma achaque sistêmica. Pode aparecer em qualquer site de apoio, desde o pescoço até a região escapular, e pode ser posicionado em uma pequena área ou estender-se a um comarca extensa; também, pode disseminar a partir da área de origem.
O calvário de costas é o problema médico mais prevalente nas sociedades industrializadas.

A angústia escapular é a causa mais comum de incapacidade transitória em pessoas com excesso de quarenta e cinco anos. Cerca de 80% da população sofre, pelo menos, um episódio de angústia dorsal na época da sua vida. Dois de cada terceto pacientes ganham em um período de duração inferior a um mês e 5% sofre de perturbações persistentes por mas de seis meses. Quase a metade dos pacientes com calvário escapular crônica podem continuar o seu trabalho.

O médico dívida determinar se a angústia é de origem músculoesquelético, neurológico ou visceral. O parecer, com base em uma cautelosa hospital história e no exame físico. Às vezes a injeção local de sedativo ou de um corticosteróide em determinadas estruturas ou espaço articular pode auxiliar na avaliação e tratamento da dor de costas.

As técnicas de imagem —placa simples, cintilografia, tomografia axial computadorizada, a medula e ressonância magnetizada atômico— podem fornecer para identificar a origem da angústia. Além disso, os estudos neurofisiológicos podem ser úteis às vezes. As técnicas de imagem, mas caras devem ser reservado para aqueles pacientes cujo parecer não possa efectuar-se pelos procedimentos usuais, incluindo o exame físico.

Os calmantes como o comprimido, o paracetamol e os anti-inflamatórios não esteróides às vezes são o único tratamento imprescindível para a angústia de costas. Devem ser evitadas as atividades que aumentem a angústia. Se o calvário é persistente, o calmoso tem de ser valorizada por um reumatólogo.
A cortesia débito dirigir-se à causa concreta do calvário.

As possibilidades terapêuticas incluem calmantes, anti-inflamatórios não esteróides, antidepressivos, relaxantes musculares e exercícios de emenda. Em determinadas situações, por servir de um exemplo, no pós-operatório de cirurgia ou do espinhaço, pode ser aconselhável o emprego de faixa protético; se, depois de um período de ciclo equânime não se gera uma melhora, pode ensayarse o emprego de infiltração com anestésicos locais ou corticosteróides.

A cirurgia cargo ser reservado para situações em que falham os procedimentos conservadores. Em determinado pacientes que não respondem a tratamentos conservadores, são utilizados estimuladores elétricos ou bombas de infusão contínua de sedativo.

Exercício

A evidência a nível científico desocupado prova de que a atividade acústica é necessária para a frescura de costas, mas que a prática de esportes à altura do competidor em idades precoces está associada a um maior desgraça de doenças de volta, se não se inspeciona apropriadamente.

Diversos estudos têm comprovado os efeitos sobre a ventura de aguentar calvário, e inclusive sobre a disposição de apoio vertebral. O exercício adequado promove o desenvolvimento de uma carnadura eficiente, resistente e ordenada, o que reduz a ventura de suportar a angústia de costas.

Desprovido, o esporte, a elevação do competidor pode acrecentarlo se o exercício é sem fundamento, em idades precoces e não se inspeciona apropriadamente. Desta forma, vários estudos têm confirmado que a constância de dor de costas reduzida através daqueles que praticam exercício de forma regular, mas aumenta inclusive 50% a mais no meio dos adolescentes que praticam esporte a cota do competidor sem a conveniente inspeção. O exterior é essencial porque reflecte a angústia de costas na juventude aumenta a infelicidade de sufrirlo de forma narrativa, sendo crescido.

Por outro lado, o exercício físico é imprescindível, a fim de que se possa gerar um aumento huesoso adequado e o apoio vertebral adquira a sua forma estrita, e sua realização melhora a composição mineral do osso e a sua resistência à carga. Carente, a pepita prematuro é mais sensível a carga que a pepita maduro, e o treino muito agudo em idades precoces pode resultar em perturbações na forma de apoio vertebral, principalmente hipercifosis (“corcunda”) e escoliose (desvio anexo de apoio).

Donas de suas casas

Os aflição de costas afetam mais as mulheres do que os homens. O departamento mais prejudicado são as donas da casa, que efetuam a 50% das consultas médicas por esse motivo. Segundo uma pesquisa elaborada pela Unidade da Volta da Hospital da Fundação de Barna, eles prosseguem as administrativas, secretárias, tenderas, operadores e retirados de ambos os sexos.

83% dos diagnósticos são de “dor narrativa específica”, isto é, não há uma causa inquestionável que provoque o calvário. Le continuam lá as artrose, as herniated discos, a estreiteza do canal medular, o carcinoma e as fraturas por osteoporose.

Continuar ao médico

Se os sintomas desse calvário são ligeiros ou moderados, a aplicação de calor em suas diferentes apresentações (molhado ou seco), enquanto dez minutos e, em diversas ocasiões, sobre o território lesada pode contribuir para a melhora da sintomatologia. Se esta medida for deficiente, pode-se encontrar melhoria na tomada de calmantes ou anti-inflamatórios que não necessitem de receita médica (paracetamol ou aspirina). Se os sintomas são mais graves ou não cedem com as medidas recomendadas, há que ir ao médico.

Mochilas

Um inquérito realizado pelo Instituto de Fisioterapeutas da Andaluzia, de alarme de que jirón de cada dez pequenos andaluzes sofrem calvário nas costas, decorrentes, basicamente, de carregar a mochila de forma errada e adotar uma postura errada na sala de aula.

Os responsáveis do Instituto de Fisioterapeutas qualificados que esta situação como “bastante preocupante”, pois estes inconvenientes aparecem cada vez mais em idades mais precoces, dentro dos doceno e treze anos. Igualmente, as meninas levam à má parte, em tanto que os problemas de escoliose são mais comum no sexo oposto.

Para gerenciar as costas

Sustentar ágil. Exercício frequente é uma boa forma de atender as costas porque os exercícios fazem com que o músculo seja mais eficiente, resistente e flexível. A casa de banho é o melhor esporte para trás, mas não o único. Correr ou andar de bicicleta, além disso, melhoram a forma de electricidade e, obviamente, ainda repercute positivamente nas costas.

É fundamental aquecer os músculos antes de fazer exercício, e estirarlos ao concluir.

Evadir-se encontrar todo o dia sentado. Caso contrário, os músculos das costas desperdiça força e aumentar a ventura de que se tabuleta.

A melhor postura para sentar é fazê-lo o mais longe possível na cadeira e segurar o encosto reto. Manter as costas parcialmente sagita e os cotovelos apoiados. Ainda é conveniente mudar de postura, repetidamente e levantar-se a cada 30 ou 45 minutos.

Para ler além disso, há que sentar-se apropriadamente e utilizar uma facistol se estará bastante tempo.
No momento de usar o pc, o certo é colocar o biombo na frente dos olhos e à altura do talento.

Para levar o material discípulo, o melhor é aplicar um transporte com rodas e altura regulável. Se não for possível, utilizar uma mochila de alças largas e passá-los por ambos os ombros. Contornar levar mais do que 10% de seu peso.

No caso de que se tenham aflição, não aguardar e se informar ao médico.

A melhor posição para dormir é de barriga para cima, apoiando todo o apoio sobre o colchonete. Dormir de barriga baixo, carente, não é aconselhável, porque se tende a alterar a curva de apoio. E para poder respirar, é responsável sustentar o pescoço virado durante várias horas. Caso de que o sujeito não possa dormir de barriga para cima, é destacado dormir vagamente de lateral.

Para vira sobre o rosto da margem sinistro, o certo é entort a anca e o funcho direita, ainda segurando esticada a esquerda, e apressar-se dobrar os ombros e condicionar a forma de descanso para o início de forma que o jogo relativa do pescoço com relação a apoio lombar seja o mais semelhante possível ao que fazem ao ficar de pé. Ainda é essencial para não usar almofadas ou altíssimas ou baixíssimas.

Explorar vassouras, esfregões e aspiradores de pó com um pedaço de pau suficientemente longo para não ter que arquear as costas.

Menos ainda se dívida entort costas, tirando os pequenos de cesto ou de banho. Se débito fazer segurando as costas tabela e flexionando as pernas.

No momento de ir para o negócio, além disso, é imperioso levar o carro de mão e não puxar . Só débito empurrá-lo e constantemente com as costas tabela.

Para passar há que notar uma tabela com uma altura igual à nossa cintura e não se enrolar sobre o revestimento.

Para entrar no carro, o correto é sentar-se primeiro e depois meter os pés virando sobre a nota do caminhão.

Além disso, é dívida conduzir com as costas sagita e continuamente com as duas mãos sobre o volante. Ainda há que ter em consideração que o tempo que o automóvel gírale condutor não dívida fazê-lo, apenas o volante e as rodas.

No que se refere aos assentos do automóvel devem se posicionar de forma que os pés cheguem bem os pedais e a erva-doce ficar um pouco flexionada.

Além destes conselhos, há que comemorar dois fundamentos básicos:

  • Contornar levantar pesos excessivos e eliminar hábitos posturais desfavoráveis, tal como segurar uma limpeza postural adequado.
  • Robustecer o lado de trás e a inclinação do exercício para prevenir novos inconvenientes e acalmar os existentes. Lembrar que o exercício eternamente é bom para as costas.

Quando ir ao médico

Os especialistas aconselham perguntar ao médico no momento em que se verifiquem uma ou mais destas situações:

• Se é a primeira vez que dói as costas.
• Se as peculiaridades de angústia ou a sua localização são diferentes das dos capítulos anteriores.
• Se a angústia é tão apaixonado que não acalmam os calmantes que podem ser comprados sem prescrição médica.
• Se, independentemente de seu entusiasmo, não melhora em 3 dias ou, ainda, não desaparece em 7.
• Se estende pela ajuda ou a coxa e é mais apaixonado nessas áreas que nas costas ou no pescoço.
• Se acompanha de perda de força ou perturbações da sensibilidade.
• Se a angústia não muda no momento em que se adota outra postura e é incessante.
• Se além de angústia, existe destemplanza, fadiga ou perda de peso.
• Se sofrem de outras doenças ou está tomando medicamentos que contraindiquen alguém tratamentos para o calvário, de costas.

Quando é importante ir ao médico

É realmente estranho que apareça um desses sintomas, mas no caso de aguentar a angústia de costas dívida estejam disponíveis rapidamente ao médico se brota de repente algum dos seguintes sintomas:

• Lançado brusca de perturbações ao mijo: complicação de monitoramento e / ou bem a situação para fazê-lo.
• Perda de sensibilidade no território do cu, os órgãos genitais ou o plano interno das duas coxas.
• Perda súbita de força nas duas pernas.
• Espectro repentina aflição, endurecimento ou ferimentos nas duas pernas.
• Aperto de se sustentar de pé de forma durável.

Quando NÃO é dívida ir

Não é dívida, ir ao médico, no momento em que se apresentem, todas e cada uma das possibilidades que se especificam agora:

• O calvário de hoje foi antes avaliado por um médico, e as peculiaridades e a localização do novo episódio são exatamente as mesmas.
• A aflição é aceitável, se acalma com calmantes que se podem adquirir sem composição médica, melhora em menos de 2 dias e desaparece em menos de 7.
• A angústia não é acompanhada de perda de força.
• A natureza geral de fortaleza é bom; não há febre ou perda de peso, não sofre qualquer tipo de achaque e não estão seguindo tratamentos que possam agir em aflição.

Isso, sem dúvida, em caso de dúvida, eternamente, é melhor se informar ao médico.

Este artigo foi revisado por: M. Gibral 🏆 (1)
23 de janeiro