Os autores da aplicação de botox vão trazer ao mercado um alargadera de pestañitas

A companhia farmacêutica Allergan, criador do popular produto anti-rugas Botox, vai trazer ao mercado um novo químico de emprego tópico que assegura o alongamento das pestañitas.

O fármaco, chamado Latisse, lançado portal de internet do futuro 15 de janeiro, e prevê-se que esteja desocupado para venda com prescrição nas farmácias americanas no mês de março, com um custo que rondará os 120 dólares norte-americanos (100 euros) por um pacote mensal.

As perspectivas de Allergan, empresa com sede em Irvine (Califórnia), são de que o seu revolucionário químico artístico vai ter uma renda média de 500 milhões de dólares anuais (416 milhões de euros).O departamento federativo de controle de medicamentos e conveniência dos EUA, a FDA, deu o visto a Latisse no final de dezembro, e aprovou o seu emprego como seguro para o ser humano.

Em um começo, Latisse vai estar avisado para aquelas pessoas que sofrem de hipotricosis, um achaque inata que consiste na perda localizada de cabelo, sem dúvida, o requerimento será maior por suas aplicações cosméticas.
As principais empresas desse compartimento desenvolveram produtos abundantes para favorecer o alongamento das pestañitas, um sinal de atraente, segundo os padrões estéticos estabelecidos socialmente, com resultados prudentes e não precisarem de ataque.

Uma famosa marca inclusive chegou a beneficiar, em uma ocasião umas pestañitas postiços para desenvolver o efeito visual do desenvolvimento do bozo das pálpebras em alguns anúncios de televisão, que então teve que se retirar.
Depende das provas efectuadas por Allergan e a FDA, Latisse consegue o alongamento das pestañitas, uma cor mais escura e maior espessura, após quatro meses de trabalho diário do produto.

O alimento vai dever aplicar sobre a linha de pestañitas com um cerdamen que dará o criador e não vai ser gracioso de efeitos secundários.Os selecção anteriores relataram que a medicina poderia dar um eclipse alterable da pele através do contato com o suco química, tal como um estímulo permanente da pigmentação avermelhada do olho. Outras conseqüências do uso de Latisse seriam a irritação do globo ocular ou bem, inclusive, com a aparecido de cabelo em áreas que tenham entrado em contato com o produto o maior vencedor.

Na verdade, especialistas do mercado farmacêutico auguraron que Allergan poderia estudar possíveis novas aplicações para Latisse, como a reabilitação do couro peludo, sem dúvida, a companhia não se pronunciou sobre as qualidades de o método química de Latisse como crecepelo.O principal elemento deste produto é o bimatoprost, que atualmente distribui Allergan sob a marca Lumigan, que é usado contra os glaucomas e a hipertensão do olho.

Este artigo foi revisado por: M. Gibral 🏆 (1)
23 de janeiro