Procurando o pai – Frescura.é

23 de janeiro

As presentes teste de DNA para provar a paternidade alcançam uma confiabilidade de 99,9%. Um em cada quatro casos, os resultados não são os mais aguardados pelos peticionários.

É entre as técnicas de engenharia genética mais populares. As provas de biopaternidad são cada vez mais demandadas nas sociedades ocidentais: não têm grande complicação, são velozes e confortáveis, e a sua despesa é justo.

Sua grande admiração nos últimos tempos ele débito, em boa medida, às usuais aparições de conhecidos na televisão com esse problema, que normalmente vai levar de ataque e comparação.

Ao passo que a maternidade não precisa certificação biológica, a paternidade, sem dúvida, pode necessitar em diferentes situações.

Como adverte o doutor Rúben Garcia, bioquímico do laboratório privado Neodiagnóstico, são muito, muito diferentes dos procedimentos de teste na dependência de quem a requer. Há diferenças, se a solicita um específico ou a pedido de um tribunal.

A colheita da amostra por parte do filho e do suposto pai débito, proceder-se necessariamente em laboratório e em frente a uma testemunha com entidade jurídica, como um advogado.

Outros requisitos específicos para a força constitucional são a identificação indubitável os dois envolvidos e a guarda das amostras para garantir a complicação de sua manipulação.

Os interessados devem ir de forma independente, sem qualquer espécie de lembrete. O procedimento mais empregado é a realização de um filme dental através de esfregaço com cotonete, meio confortável, fácil e também insensível.

Não é preciso nenhuma amostra da mãe. É coletivo, recorrer a uma gota de sangue através de punção na pinças ou um cabelo com tubo (destroncado, não cortado).

No tempo em que a prova pede-se apenas em termo de assessoria pessoal, a amostra pode ser obtido em laboratório ou em casa, anterior solicitação do material indispensável e seu próximo retorno ao laboratório.

Pode ser requisitada, por qualquer (mãe, familiares ou outros parentes), inclusive com amostras (pontas, mocador...) extraído sem o conhecimento do suposto pai, mas a sequela precisamente tem valor confidenciais.

Se a hipócrita descobrisse, poderá enfrentar ações legais.

A doutora Mercedes Germano, bioquímica hospital e directiva do centro privado Cefegén, Da villa de madrid, observa-se que envolver a mãe no processo de tomada de amostras aumenta a vitória.

"Mas não é normativo, só enriquece a distinção. Ao fim e ao dessert, todos nós temos no nosso material hereditário 50% do pai e alheio 50% da mãe".

E quem procura mais esta técnica? Como homens ou mulheres? Para o doutor Eduardo Rill, líder do departamento de toxicologia e código de saúde da Capacidade de Medicina da Faculdade Complutense de capital de espanha, os homens são sutilmente maioria.

Além disso, efetua este serviço para tribunais e particulares, lembre-se também que uma grande parte dos pedidos vem de família ", por questões de herança".

Um agente do laboratório Bionostra diz que em seus trio anos de experiência de 90% dos candidatos são homens. A técnica, prova que em 25% dos casos, o pai não é aquele que se supõe.

Tecnicamente, os resultados do teste podem existir livres em cerca de 16 horas, que efetivamente se espera uma margem equânime de 24 a 48 horas, que é o prazo de entrega que é considerado imperioso. Os custos podem embalar através de 280 e 500 euros.

Concisamente, a técnica de biotecnologia ou engenharia genética continua trio etapas: um primeiro de extração, em que se isola o DNA e se purifica, sobre o assistente do office é amplificado através do chamado método de PCR, e determinam-se as tira de DNA que serão estudadas.

No terceiro passo, uma vez fechado o ADN, estágio e, através de uma técnica conhecida como eletroforese, são definidos os alelos ou cada uma das maneiras escolha que pode ter um gene.

O doutor Garcia, elaborado o perfil hereditária, se comparam as amostras do antecessor e do filho. "As técnicas atuais nos permitem alcançar uma confiabilidade de 99,9%. É mais, afirmaria de 99,99%".

Hoje também é possível realizar o teste de paternidade prenatalmente, antes do nascimento do bebê.

Em um caso assim, as amostras fetais podem ser feitos através de entre as duas provas ligerísimamente invasivas que se lhe têm que avezarse a mãe.

A inclinação do estômago para agenciar líquido amniótico (amniocentese) ou vilosidades coriónicas, que se encontram no seio (exame de locais).

Inclusive, há alguns anos, a negação frente a um mediador para se submeter à prova suficiente a fim de que a carta de portugal, lhe imputase de forma automática a paternidade do suposto antecessor.

O direito que tem vindo a criar na primeira divisão, o Público Supremo foi lançado por terra com esse princípio, apesar de reconhecer o orgulho que a negação pode ter no processo.

Se apela ao interesse que possam ter ainda outras provas apresentadas pelo/a litigante, desde que não tenham sido obtidas de forma ilegal.

Deste modo se explica em um artigo de 2007, a Primeira turma do Fórum Supremo. Na maior parte das vezes, este género de problemas não costumam chegar ao Público Supremo e, em geral, se encontram em instâncias anteriores.

Em um processo por esta causa, o suposto pai cargo assistir isento a menor boicote.

Se você se recusar, não serão permitidas qualquer espécie de provas forenses que podem ir ao avezarse a comparação de DNA (apito, escova de dentes, sangue...) sem o seu conhecimento nem o seu consentimento, com o que seriam totalmente inválidas.

Este artigo foi revisado por: M. Gibral 🏆 (1)
23 de janeiro