Um exame permite um diagnóstico conclusiva da fibrose cística em 15 dias

23 de janeiro

O teste de triagem Neonatal-One Gratificação, desenvolvido pela companhia de biscayne especialista em parecer hereditário humano Genetadi Biotech, deixa de cumprir um parecer conclusivo da fibrose cística em 15 dias (na frente do trio meses que exigem que os métodos atuais).

A um custo 10 vezes menor que o atual, depende apontou para a própria empresa. O teste é baseado em um protocolo de comparação do DNA do calmoso.

Até o momento, os custos e a confusão dos sistemas de localização de fibrose cística provocaram a sua selecção não se realize em todas e cada uma das comunidades autónomas.

Isso, aliado ao fato de que a criatura anos desenvolve uma sintomatologia complexa, provoca "diagnósticos errados e que, com alguma frequência, estes pequenos são advertidos de forma tardia em consultas de pediatria".

Explicou o doutor José Luis Castrillo, co-diretor da empresa, enquanto sua participação no XVI Curso de Avanços em Pediatria, que se celebra em Valência.

Para coletar a amostra em análise, o ponto fixo com pedir um kit de coleta de amostra para Genetadi.

Depois de recebê-lo, você tem que deslizar suavemente um hisopillo (mondadientes envolto de bala na ponta), por dentro do furo da criança (ou da criança ou cumprido) para empaparlo com células do epitélio labial.

O aspersorio ordena consentido ao laboratório, que entregará os resultados de forma pessoal, em menos de 15 dias.

Os métodos atuais de rastreio começam com uma primeira prova bioquímica, que apresenta um "elevado comissão de falsos positivos".

"No momento em que se verifica um possível ativo, ele verifica novamente através de técnicas genéticas, cujos resultados demoram através de dois e trio meses, e que na enorme maioria dos casos, desmente o primeiro efeito".

Assim, o calmoso e sua estirpe vivem durante meses, com aflição, o diferimento do resultado de confirmação".

Genetadi foi excluído da prova nascente bioquímica do processo e desenvolveu um novo comparação hereditária direto, o que torna possível reduzir os custos e anos.

Abundantes pacientes com fibrose cística "são devido angustiar-se durante anos uma ligação de diagnósticos errados e tratamentos inadequados, mas a extensão do rastreio desta nosología a toda a população.

Deixaria identificar com certeza as pessoas doentes, e também associar um tratamento avançado, que melhora de forma sensível a sua excelência de vida".

Uma em cada 30 pessoas é portadora assintomática no ambiente europeu de uma mudança genética da fibrose cística.

No momento em que os dois pais são portadores e desejam estirpe, têm 25% de chances de que seu filho nasça com esta nosología.

Estima-Se que a prevalência de achaque é de um dentro 3.000 pessoas. Em Portugal nascem de ano em ano tapia de 170 pequenos com esta alteração.

Este artigo foi revisado por: M. Gibral 🏆 (1)
23 de janeiro